Como funciona a dieta ortomolecular?

Como funciona a dieta ortomolecular?

A medicina ortomolecular está cada vez mais em alta e na área da estética isso não é diferente. A dieta ortomolecular é baseada na utilização de minerais e vitaminas  para a busca de um corpo saudável e da prevenção do envelhecimento.

 

 A dieta: 

Todo tratamento ortomolecular necessita de uma reeducação de hábitos, entre eles a alimentação – isso porque a ortomolecular, que pode ser usada para melhoria da saúde mental e doenças autoimunes por exemplo, parte de uma abordagem da medicina integrativa com diferentes métodos.

A dieta ortomolecular para emagrecer utiliza abordagens individualizadas, pois, cada paciente é único e interage de forma diferente com o ambiente. O nutricionista avalia a bioquímica do paciente cruzando informações sobre atividade física, padrão de sono e resultados de exames, entre eles: exames de sangue, fezes, urina, exame de fio de cabelo (mineralograma capilar), testes de intolerância alimentar, entre outros.

A dieta para emagrecer, ortomolecular, não proíbe consumo de alimentos, mas pode limitar o consumo de carne, gema de ovo e produtos industrializados. Você decide o que comer utilizando a tabela de pontos dos alimentos. Alimentos orgânicos, por outro lado, são muito bem-vindos.

 

<h2>Indicações das dietas ortomoleculares</h2>

A dieta ortomolecular diminui a produção exagerada dos radicais livres, ocasionada pelo estresse, poluição, cigarro, entre outros itens. Esses elementos aceleram o processo de envelhecimento da pele e do cabelo.

O tratamento ortomolecular para emagrecer não tem contraindicações e além de prevenir o envelhecimento, melhora o funcionamento do intestino e do metabolismo – o que facilita a queima de gordura e eliminação das toxinas no corpo.

 

 Orientação de especialistas é fundamental 

Uma vez que a dieta ortomolecular para emagrecer utiliza resultados de exames e avaliações de pacientes para definir cardápios, é fundamental contar com a avaliação de um médico para emagrecer, por isso, nem pense em seguir a dieta de um amigo ou familiar, pois elas são desenvolvidas para cada pessoa.


Mais sobre a medicina ortomolecular 

A medicina ortomolecular foi descoberta por Linus Pauling, químico norte-americano que ganhou duas vezes o Prêmio Nobel da Paz (1954 e 1962). Pauling criou o termo juntando o  “orto”, que significa correto em grego, com “molecular”, que significa moléculas. Os estudos de Linus Pauling indicavam que o  uso equilibrado de vitaminas, proteínas e sais minerais podem fazer o organismo funcionar de forma adequada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook