Pilates e yoga

Pilates e yoga: conheça a diferença

Ao se deparar com esses dois “métodos” que são muito parecidos, é normal que você fique em dúvidas sobre qual escolher: yoga ou pilates? Ambas são ótimas alternativas para quem quer relaxar em um colchonete para ginástica e diminuir o ritmo estressante do dia a dia.

Apesar de a yoga e o pilates terem métodos semelhantes, elas possuem objetivos distintos, logo, antes de fazer a sua escolha é fundamental que você conheça os objetivos de cada uma e suas principais diferenças.

Diante disso, selecionamos o que você precisa saber sobre pilates e yoga. Confira.

Yoga

A yoga possui técnicas milenares, que tiveram origem há dois mil anos na Índia. A filosofia do método é unir a mente e o espírito utilizando as posições praticadas, a respiração e a meditação.

O objetivo dessas três práticas principais é desviar toda sua atenção para o corpo, acalmando sua mente e proporcionando momento de autoconhecimento e reflexão. Existem tipos diferentes de yoga, mas todos os tipos buscam o mesmo objetivo.

 

Benefícios

  • Diminui o estresse;
  • Proporciona equilíbrio emocional;
  • Melhora a concentração;
  • Melhora problemas com insônia e depressão;
  • Alivia dores musculares;
  • Melhoria do sono.

Além disso, diferente da musculação, para a prática da yoga não é necessário aparelhos de musculação como a caneleira de peso. Os acessórios para a prática são simples.

 

Pilates

Joseph Pilates é o criador da prática, seu nome já sugere isso, certo? Em 1920, o alemão se baseou em uma série de referências para compor seu repertório de exercícios, e uma delas é a Yoga.

O pilates possui seis fundamentos básicos: concentração, respiração, centralização, precisão, controle e fluidez. Podendo ser realizado com equipamentos ou somente com a força do próprio corpo e um colchonete de academia.

O pilates é uma prática completa para a saúde pois apresenta os seguintes benefícios:

  • Aumento da flexibilidade;
  • Resistência física e mental;
  • Fortalece a musculatura;
  • Eficaz no tratamento de diversas patologias.

Um dos equipamentos mais comum para a prática dos pilates é a bola de pilates.

 

Como escolher?

É importante ressaltar que não existe um método melhor que o outro, é essencial considerar que eles possuem objetivos diferentes. Após analisar os benefícios de cada um citado anteriormente, analise qual se encaixa mais com suas necessidades.

As duas práticas não possuem contra-indicações, podendo ser praticadas por pessoas de várias idades e limitações. 

Caso nenhuma das alternativas atendam suas necessidades, você pode escolher a musculação, que com aparelhos como banco de agachamento e barras de musculação trabalham isoladamente os músculos que você quer dar mais atenção.

Faça uma escolha a fim de melhorar sua qualidade de vida e saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook