Cães de guarda

A importância dos cães de guarda na segurança privada

Os cães de guarda são muito utilizados em alguns serviços de segurança privada, por exemplo, nos serviços de segurança patrimonial. Muitos pensam que esses cães de guarda são apenas cães domésticos utilizados para intimidar as pessoas, porém, isso é um erro, tendo em vista que esses cães de guarda são treinados por profissionais capacitados.

Saiba a importância dos cães de guarda na segurança privada.

Os cães de guarda podem ser uma incrementação em sua segurança

As empresas de segurança privada costumam oferecer diferentes serviços aos contratantes, como os de controladores de acesso (porteiros), segurança patrimonial, segurança eletrônica, que envolve diferentes tecnologias como portaria virtual, gravação remota, sistema de CFTV, controle de acesso inovador e proteção perimetral.

Há também as empresas que oferecem serviços de proteção patrimonial por meio de cães de guarda. A utilização dos cães para a segurança e vigilância chegam a ser um fator surpresa, tendo em vista que os animais são obstáculos físicos e psicológicos, além de inibidores de ações criminosas.

Qual as atividades dos cães de guarda na segurança privada?

Os cães de guarda treinados para atuar com atividades de segurança podem exercer diferentes tarefas, de modo a apoiar os processos humanos, como por exemplo, ações policiais. Entre algumas das funções exercidas pelos cães de guarda na segurança privada, encontram-se:

  • Captura: o serviço de captura é caracterizado pela localização de indivíduos em atos de busca, por meio do instinto natural para a caça dos cães de guarda. Os animais conseguem farejar partículas de odor e sinalizar os locais nos quais os indivíduos possam ter passado;
  • Dispersão: o serviço de dispersão consiste na utilização dos cães de guarda para ajudar a dispersar multidões em locais de grandes aglomerações, como manifestações, bloqueio de vias e ocupação de áreas;
  • Drogas: o serviço de drogas consiste em aproveitar a capacidade dos cães de guarda de farejar para conseguir localizar substâncias ilícitas, como as drogas. Os cheiros das substâncias são oferecidos aos cães, de modo que consigam memorizar em seus olfatos e consigam realizar as buscas;

Os cães de guarda também podem ser usados para empregar força. Em caso de situações de resistência por parte dos infratores, os animais podem ser usados. Nessa situação, o policial ou condutor de cães tem a função de eleger a melhor forma de utilização do animal, que é entendido como uma ferramenta de menor potencial ofensivo

Cães de guarda podem atuar na segurança residencial

Muitos acham que os cães de guarda podem ser qualquer cão doméstico intimidador, porém isso é um grande equívoco. De modo a proteger a casa, é comum que o morador coloque cães de aparências assustadores e intimidadores, achando que servirão como ótimos cães de guarda. Porém, os cães precisam ser animais altamente treinados e capacitados para realizar a proteção.

Os cães funcionais (destinados às ações operacionais) precisam realizar treinamentos adequados, ministrado por profissionais especializados e que estejam sempre presentes para conduzir os animais. Para quebrar essa ideia de que qualquer cão pode servir como um cão de guarda, basta olharmos para os cães da Polícia Militar, que começam os treinamentos desde filhotes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>