Como escolher um bom advogado de direito de família?

Como escolher um bom advogado de direito de família?

Inventário, divórcio, guarda dos filhos, pensão alimentícia. Esses são alguns dos inúmeros conflitos pelos quais os advogados de direito de família são responsáveis.

Por esse motivo, é extremamente importante que a pessoa que está com conflitos familiares procure muito bem um advogado especializado no assunto para tratar de todos os conflitos.

Confira a seguir alguns fatores que devem ser levados em consideração para escolher um bom advogado de direito de família:

Procure por um advogado especializado em direito de família

Antes de mais nada, é importante que o advogado para tratar dos assuntos de família seja formado em Direito de Família. Isso é fundamental para garantir que o profissional possua capacidade para tratar de todos os conflitos necessários.

Além disso, caso o advogado seja especializado no seu conflito em específico, será ainda melhor. Por exemplo, se você está à procura de um advogado para tratar do seu divórcio, procurar por um advogado que atua nesses conflitos é fundamental.

O advogado deve ser experiente e realista

Conflitos de família são extremamente importantes, por isso é imprescindível que o advogado possua experiência na área, para que o processo seja conduzido de forma correta.

Um advogado inexperiente, provavelmente será mais barato, no entanto, considerando a gravidade dos assuntos de família, esse pode não ser um bom negócio, e no futuro, você precisará arcar com mais custos.

Além disso, é extremamente comum encontrar advogados que falam somente o que o cliente quer escutar, ignorando totalmente a realidade do conflito. Fuja sempre daqueles advogados que prometem causa ganha e alimentam falsas expectativas. 

É fundamental procurar por um profissional que avalie todas as possibilidades de solução do conflito em questão, para que a melhor decisão seja tomada.

O advogado de família precisa ser empático

Por fim, mas não menos importante, conflitos de família são extremamente dolorosos, afetam muito os sentimentos e emoções dos envolvidos, além de mexer com toda a estrutura familiar.

Por esse motivo, é essencial procurar por um profissional empático, que escute todos os lados, que passe confiança e que saiba aconselhar as melhores decisões.

Principalmente nos casos como as questões de guarda ou pensão alimentícia, em que crianças estão envolvidas, é fundamental que o advogado de família saiba conduzir a situação para que as crianças saiam o menos possível prejudicadas e abaladas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>