rondarouse-bethecorreia-ufc189-andredurao-3

UFC Ronda vs Bethe

Em dezembro de 2013, Bethe Correia, a Pitbull, chegou de mansinho ao UFC. Era a terceira brasileira em ação pela organização, invicta em seis lutas, faixa roxa de kung fu e azul de jiu-jítsu e com o desafio de encarar o fuso horário da Austrália para vencer manter a boa fase. Menos de dois anos depois, o estrondo feito pela paraibana de Campina Grande foi tão grande, que ela virou desafiante ao cinturão de Ronda Rousey no UFC 190 e fez a campeã chorar com suas provocações. UFC Ronda vs Bethe

rondarouse-bethecorreia-ufc189-andredurao-3

ronda ufc

ronda ufc

Em dezembro de 2013, Bethe Correia, a Pitbull, chegou de mansinho ao UFC. Era a terceira brasileira em ação pela organização, invicta em seis lutas, faixa roxa de kung fu e azul de jiu-jítsu e com o desafio de encarar o fuso horário da Austrália para vencer manter a boa fase. Menos de dois anos depois, o estrondo feito pela paraibana de Campina Grande foi tão grande, que ela virou desafiante ao cinturão de Ronda Rousey no UFC 190 e fez a campeã chorar com suas provocações.

Ronda Rousey

Ronda Rousey

Em dezembro de 2013, Bethe Correia, a Pitbull, chegou de mansinho ao UFC. Era a terceira brasileira em ação pela organização, invicta em seis lutas, faixa roxa de kung fu e azul de jiu-jítsu e com o desafio de encarar o fuso horário da Austrália para vencer manter a boa fase. Menos de dois anos depois, o estrondo feito pela paraibana de Campina Grande foi tão grande, que ela virou desafiante ao cinturão de Ronda Rousey no UFC 190 e fez a campeã chorar com suas provocações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook