pó colorido brincar carnaval

Carnaval Salvador 2014: Zim color

O zim color é o nome brasileiro para um produto conhecido especialmente na Índia e utilizado todos os anos no Festival das Cores, realizado entre fevereiro e março, quando se comemora a chegada da primavera. A festa, que toma conta de todo o país, se tornou popular na Europa, quando produtores culturais começaram a realizar raves e disponibilizar o pó colorido para a diversão do público. Carnaval Salvador 2014: Zim color

Na Bahia, o produto pode ser visto em diversas festas de música eletrônica, nos ensaios de carnaval de alguns blocos, como Os Mascarados, e em boates.
Lorena explica que a ideia de trazer o pó colorido para a Bahia foi do namorado, de quem é sócia na empresa fabricante do produto. “Ele morava na Espanha e veio morar aqui na Bahia. Ele começou fazendo performance em raves, utilizando o pó comprado fora do Brasil, mas começou a ficar caro, então resolvemos produzir aqui. Fizemos o Festival das Cores em 2013 em São Paulo e produzimos cinco toneladas. Foi um desafio, mas nos profissionalizamos”, lembra.

Carnaval Salvador 2014: Zim color

zim color salvador

zim color salvador

zim color carnaval

zim color carnaval

pó colorido carnaval

pó colorido carnaval

pó colorido brincar carnaval

pó colorido brincar carnaval

brincadeiras carnaval

brincadeiras carnaval

O zim color é o nome brasileiro para um produto conhecido especialmente na Índia e utilizado todos os anos no Festival das Cores, realizado entre fevereiro e março, quando se comemora a chegada da primavera. A festa, que toma conta de todo o país, se tornou popular na Europa, quando produtores culturais começaram a realizar raves e disponibilizar o pó colorido para a diversão do público. Carnaval Salvador 2014: Zim color

Na Bahia, o produto pode ser visto em diversas festas de música eletrônica, nos ensaios de carnaval de alguns blocos, como Os Mascarados, e em boates.
Lorena explica que a ideia de trazer o pó colorido para a Bahia foi do namorado, de quem é sócia na empresa fabricante do produto. “Ele morava na Espanha e veio morar aqui na Bahia. Ele começou fazendo performance em raves, utilizando o pó comprado fora do Brasil, mas começou a ficar caro, então resolvemos produzir aqui. Fizemos o Festival das Cores em 2013 em São Paulo e produzimos cinco toneladas. Foi um desafio, mas nos profissionalizamos”, lembra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook