Depilação íntima total não faz mal

Depilação íntima total não faz mal

Um estudo realizado pela Universidade de Indiana e pelo Instituto Kinsey para Estudos sobre Sexo, Gênero e Reprodução ouviu a opinião de 2.451 americanas e o resultado apontou que 87% das jovens entre 18 e 24 anos removem total ou parcialmente os pelos pubianos. Depilação íntima total não faz mal

E cada vez mais as brasileiras tem aderido à moda da depilação íntima completa, não deixando restar nem sequer um pelinho nos órgãos íntimos.

A grande dúvida é o quanto essa prática pode prejudicar a saúde da região. A boa notícia é que se livrar dos pelos, mesmo que de todos eles, não faz nenhum mal. Quem confirma é a ginecologista e obstetra da Plena Clínica, Denise Gomes.“Os pelos pubianos protegem nosso corpo contra microrganismos, barrando os agentes infecciosos”, explica. Apesar disso, a médica afirma que depilar totalmente a região mais intima da mulher não traz tantos riscos à saúde. Tudo irá depender do histórico médico de cada uma. “Se a mulher já está acostumada, faz a depilação íntima completa e nunca apresentou nenhuma doença infecciosa vaginal ela pode continuar com o hábito.

Quem merece atenção especial são as mulheres que já tem histórico de doenças infecciosas. A dica, nesses casos, é remover os pelos das áreas mais afastadas do órgão íntimo, como coxas e pélvis. Os pelos próximos aos grandes lábios podem ser retirados com auxilio de uma tesoura pequena e sem ponta”.

Depilação íntima total não faz mal

Depilação íntima total não faz mal

depilação intima

Feito por Marília Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook