Os medicamentos especiais necessitam de atenção e cuidados diferentes dos tradicionais. Continue lendo e saiba mais sobre estes medicamentos!

O que são medicamentos especiais?

Os medicamentos especiais necessitam de atenção e cuidados diferentes dos tradicionais, são aqueles que exigem alta tecnologia para estudo e produção, sem contar as particularidades que são necessárias, como, transporte e armazenagem.

Por conta desses processos diferenciados, esses produtos são medicamentos de alto custo e não estão estampados nas vitrines das farmácias convencionais, para adquirir esses produtos, além de ser necessário o receituário médico, é preciso procurar por um laboratório de remédios especiais.

Os remédios especiais são receitados na maioria das vezes para pacientes com doenças raras ou diferenciadas do cotidiano, como, o “Xolair” que auxilia no tratamento para rinite alérgica permanente e custa em média R$2.800,00 e o “Imbruvica” utilizado para o tratamento de câncer de próstata e custa em média R$45.000,00.

Por serem medicamentos que necessitam cuidados especiais, possuem alta tecnologia e algumas vezes por serem métodos de tratamentos intensos, causam reação.

Sendo assim, o cuidado após adquirir esse medicamento como armazenagem, cumprimento do tratamento completo solicitado pelo médico e horário fixo para ingeri-los é de extrema importância.

 

Como o SUS pode me ajudar adquirir medicamentos especiais

 

Ser diagnosticado com qualquer tipo de doença é muito difícil, e esse momento se torna ainda mais difícil quando o médico receita um medicamento especial para tratamento e o paciente se depara com o alto investimento que será necessário para adquiri-los.

Não realizar o tratamento, definitivamente não é uma opção, por isso, por mais que a saúde no sistema brasileiro ainda seja debilitada, é possível pedir para o SUS (Sistema Único de Saúde) através do receituário médico esses medicamentos especiais.

Após a solicitação, o SUS vai abrir um chamado na secretaria municipal de saúde junto com a documentação do paciente, como, RG, CPF, cartão de saúde, comprovante de endereço, receita médica, laudo médico.

É necessário também, exames laboratoriais, dose por unidade posológica, formato do medicamento, descrição do remédio, posologia e duração do tratamento e um documento do médico que conste a informação do cartão nacional de saúde.

Infelizmente, para conseguir esses medicamentos não existem prazos definidos para sua chegada, podendo ser retirados na mesma hora ou até mesmo depois de meses, sendo assim, quanto mais cedo solicitar, mais cedo irá receber o remédio de alto custo.

Caso o tratamento seja contínuo, as regras são mais criteriosas e o paciente terá que passar por acompanhamento e monitorização enquanto adquirir o produto. Algumas vezes, mesmo realizando a solicitação dos medicamentos, o SUS pode não conseguir acesso por conta do sistema público de saúde precário.

Desta forma, é necessário que o paciente procure o mais rápido possível por uma farmácia de medicamentos especiais e veja as formas de pagamentos que o estabelecimento oferece, para que assim, essa ação possa facilitar que o paciente inicie o tratamento quanto antes.

Por não serem medicamentos convencionais, alguns pacientes não sabem como comprar medicamentos especiais e esses estabelecimentos oferecem assessoria completa e tiram todas as dúvidas antes, durante e depois de adquirir a medicação especial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook