A segurança do paciente é um desafio para a equipe de enfermagem, já que deve ser eficiente para evitar erros e falhas. Saiba quais são os principais pontos que precisam de atenção e cuidado por parte do técnico em enfermagem.

Segurança do paciente e o papel do técnico em enfermagem

A segurança do paciente é um desafio para a equipe de enfermagem, já que deve ser eficiente para evitar erros e falhas. Saiba quais são os principais pontos que precisam de atenção e cuidado por parte do técnico em enfermagem.

Para a melhor assistência aos pacientes, é necessário que as pessoas que atuam na área tenham frequentado um excelente curso técnico de enfermagem. Na formação, ganham conhecimento e se preparam para o mercado de trabalho.

No entanto, mesmo com uma grande bagagem de aprendizado vindo de uma boa escola de técnico em enfermagem, falhas e erros humanos relacionados à segurança do pacientes podem acontecer. Por exemplo, troca de remédios e falta de comunicação são alguns dos erros comuns que ocorrem nos hospitais.

E claro que essa preocupação não é de hoje. Desde 1900, pessoas que trabalhavam cuidando da saúde de outras, já estavam atentas a higienização, na contagem de compressas em procedimentos feitos nas casas.

Atualmente, existem vários órgãos e campanhas para ajudar os técnicos, auxiliar de enfermagem e toda a equipe que atua nessa área a adotarem alguns métodos para garantir a segurança dos pacientes.

De acordo com uma campanha feita em 2010 pelo Conselho Estadual de Enfermagem do Estado de São Paulo e a Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente, há alguns pontos principais:

Identificação

A utilização de pulseiras, etiquetas, prontuário, entre outras identificações são muito importantes para evitar que um profissional cometa erros. Se a identificação não for feita, graves consequências podem acontecer, como a troca de medicamentos e procedimentos errados.

E não é só em hospitais que isso é importante! Laboratórios, ambulatórios, unidades de pronto atendimento também precisam que os pacientes estejam devidamente identificados.

Higienização

A importância da higienização com certeza é enfatizada no curso de enfermagem. Assim, lavar bem as mãos antes antes e depois de realizar algum procedimento, após o contato do paciente ou objeto próximo à ele, entre outras situações é um hábito que todos os profissionais devem adotar.

Comunicação

Geralmente, os pacientes recebem cuidados de várias pessoas, portanto a comunicação entre elas é fundamental. A passagem de informações pode ser feita pessoalmente ou por meio de registros em um prontuário

Prevenção de quedas

Pacientes com idade avançada e crianças têm mais risco de sofrerem queda, podendo agravar o quadro clínico. Para evitar, o técnico de enfermagem deve ficar atento para que as grades da cama estejam altas, pedir para que familiares solicitem a ajuda de um profissional quando o paciente foram sair da cama ou cadeira, entre outros métodos.

Outros pontos também merecem atenção:

  • Verifique os equipamentos tecnológicos;
  • Avise para a equipe se ocorrer algum problema;
  • Tenha atenção ao realizar qualquer procedimento;

Como já foi dito acima, um bom profissional possui uma boa formação. Além dos pontos acima, há outros cuidados que são ensinados nas aulas de técnico em enfermagem. Por isso, procure um qualificado curso para técnico em enfermagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook