Money

Americano que indenização de 2 undecilhões de dólares

Um americano de 62 anos de Manhattan está processando diversas pessoas em Nova York (além da própria cidade) após sofrer “danos irreparáveis” em um incidente ocorrido em abril deste ano, e pede uma indenização de 2 undecilhões de dólares. Americano que indenização de 2 undecilhões de dólares

Os crimes cometidos seriam de “violações de direitos civis, ferimentos, discriminação, retaliação, assédio, fraude, tentativa de hominídio, stress emocional intencional e conspiração” – tudo porque Anton teria sido mordido no dedo por um cachorro e, após ser atendido, um casal de chineses teria fotos dele no hospital.

Para se ter uma ideia da quantia exigida pelo americano, 2 undecilhões de dólares seriam representados assim: US$ 2.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.

Americano que indenização de 2 undecilhões de dólares

Money

Foto: Divulgação Dólar

dólar

dólar

Um americano de 62 anos de Manhattan está processando diversas pessoas em Nova York (além da própria cidade) após sofrer “danos irreparáveis” em um incidente ocorrido em abril deste ano, e pede uma indenização de 2 undecilhões de dólares. Americano que indenização de 2 undecilhões de dólares

Os crimes cometidos seriam de “violações de direitos civis, ferimentos, discriminação, retaliação, assédio, fraude, tentativa de hominídio, stress emocional intencional e conspiração” – tudo porque Anton teria sido mordido no dedo por um cachorro e, após ser atendido, um casal de chineses teria fotos dele no hospital.

Para se ter uma ideia da quantia exigida pelo americano, 2 undecilhões de dólares seriam representados assim: US$ 2.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.000.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook