A origem do gerador de energia

A origem do gerador de energia

Até 1831, as únicas fontes de energia elétrica eram as pilhas e baterias. Elas, simplesmente, transformam energia química em eletricidade. 

Mas, algum tempo depois, foi criado o primeiro gerador elétrico, instrumento usado abundantemente nos dias atuais. Isso porque apresenta vantagens e garante segurança para estabelecimentos e eventos, por exemplo. Não à toa, é bem comum o aluguel de gerador para eventos.

Primeiramente, o que é gerador de energia?

O gerador de energia é um aparelho que, através de seu sistema, converte a energia mecânica, química, solar ou qualquer outra, em energia elétrica. O dispositivo é formado por dois pólos, positivo e negativo, trabalhando para manter uma diferença de potencial entre ambos. 

O polo positivo possui maior potencial elétrico. O polo negativo, por sua vez, tem menor potencial elétrico. Assim, formam um circuito em que o gerador fornece energia potencial elétrica para as cargas. Existem diversos tipos para comprar ou realizar a locação de geradores.

História do gerador elétrico

Antes da década de 1830, as pilhas e baterias eram as únicas fontes de eletricidade. No entanto, no ano de 1831, o inglês Michael Faraday revolucionou o setor elétrico mundialmente. Ele criou um sistema que produz energia elétrica através de energia mecânica. Ou seja, um dispositivo gerador de energia. Se hoje é possível fazer a locação de gerador, a culpa é dele. 

O gerador da época era, basicamente, um disco de cobre que girava no campo magnético. Formado pelos pólos de um ímã de ferradura, produzia corrente elétrica contínua. 

A invenção, portanto, foi fundamental para o crescimento, desenvolvimento e aplicabilidade da energia elétrica. Afinal, marca o início do surgimento dos geradores elétricos que, com o tempo, foram sendo aperfeiçoados. Atualmente, os dispositivos apresentam inovações tecnológicas e se tratam de uma ótima e confiável fonte de energia. 

Quem foi Michael Faraday?

Michael Faraday nasceu em Newington, bairro do distrito de Southwark, em Londres, na Inglaterra. O físico e químico inglês contribuiu enormemente para o campo da eletroquímica. Aliás, foi quem criou os termos cátion, ânion, eletrodo, eletrolítico, entre outros.

As descobertas de Faraday abrangem os princípios básicos da indução eletromagnética, bem como do diamagnetismo e eletrólise. Por isso, foi intitulado com um experimentalista, título merecido. É considerado um dos maiores cientistas de todos os tempos.

A importância do gerador de energia

Já imaginou ter sua corrente elétrica interrompida e as atividades simplesmente pausarem? Pois, é. O gerador de energia serve para isso. Ele é utilizado, em grande parte, no caso de falta de energia. Caso haja instabilidade na rede ou a energia do lugar não seja capaz suprir as necessidades, ele entra em ação.

Portanto, é possível perceber que a invenção de Faraday é de extrema importância para os dias atuais. Hoje, o dispositivo criado em 1831, oferece segurança para o abastecimento elétrico. Existem empresas que prestam o serviço de locação de geradores de energia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook