Tudo sobre cones de sinalização para obras

As diretrizes de saúde do trabalho, configuram como obrigatória a utilização de cones e outros acessórios de sinalização de obras, em todos os projetos de construção civil, trânsito e de instalações elétricas. 

Para garantir a eficiência das normas referentes à saúde do trabalho, é preciso aliar o uso de Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) ao uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

Confira a seguir, como funciona a utilização dos cones de sinalização e de outros acessórios para obras, além disso, conheça a sua importância e os principais riscos da não utilização dos EPCs:

Como os cones e acessórios de sinalização de obras são utilizados?

Em cada tipo de projeto, existe necessidade de acessórios de sinalização específicos, por exemplo, em canteiros de obras de construção civil, em decorrência do grande fluxo de pessoas que passam carregando materiais, é extremamente necessário a utilização de cones e faixas de sinalização.

Já nas obras em espaços públicos, como ruas e rodovias, onde há grande fluxo de circulação de trabalhadores, pedestres e carros, a necessidade da utilização de cones, cavaletes de marcação, faixas de isolamento e outros acessórios de sinalização é ainda maior.

Os acessórios são utilizados como forma de orientar e proteger todos os trabalhadores e todos os terceiros envolvidos, além de garantir máximo desempenho para os trabalhadores exercerem suas atividades. 

Qual a importância de utilizar cones de sinalização?

A locação de equipamentos de sinalização é extremamente importante para garantir a integridade física, e o bem-estar dos colaboradores da obra em questão e de todos os envolvidos. 

A utilização correta dos EPIs e os EPCs é necessária para reduzir os riscos de acidentes e trazer segurança e confiança para todos dentro do ambiente.

Por exemplo, os cones de sinalização auxiliam diretamente na orientação dos veículos, o que diminui a chance de acidentes e ajudam consequentemente na preservação da vida dos motoristas, dos pedestres e dos trabalhadores da obra.

Os riscos da não utilização

Em primeiro lugar, a não utilização dos EPIs e EPCs ou a utilização de forma incorreta, causa sérios riscos de danos à saúde dos trabalhadores e de todos os envolvidos.

Além disso, as empresas de obras que optam por não seguir as normas de proteção, correm o risco de serem multadas e até mesmo de terem a obra embargada.

Os funcionários que não seguem as regras estabelecidas e não utilizam os EPIs de forma correta, podem ser punidos sob justa causa.

 

Tudo sobre cones de sinalização para obras

Tudo sobre cones de sinalização para obras

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook