Veja quais são as principais categorias de anemômetros

Veja quais são as principais categorias de anemômetros

Na metade do século XV foi registrado o primeiro anemômetro que, segundo relatos, perdurou por vários e vários anos. A metodologia usada na época ainda é empregada para acompanhar direções meteorológicas em instrumentos atuais. Em 1450, o artista de origem italiana Leon Battista Alberti usou um disco que rodava em pêndulo, sendo o precursor da invenção.

Um anemômetro, de modo geral, tem a função de  medir a velocidade do vento, e essa medição pode se dar de várias maneiras. Depende da tecnologia proporcionada pelo dispositivo e também da finalidade para qual ele é usado. Por isso, apresentaremos os principais modelos!

Anemômetro de copo

Podemos dizer que o anemômetro de copo é o equipamento de medição mais simples. Formado por um polo vertical, ele apresenta quatro braços horizontais que são grudados ao topo. Os copos são ligados nas extremidades desses braços e giram com o vento em volta de uma posição central. 

Esse modelo é mais tendente ao atrito, por isso, sua precisão acaba sendo menor. Normalmente, é encontrado em lojas de itens de automação industrial, como os controles remotos industriais

Anemômetro tipo hélice

Comuns pelo custo-benefício, o anemômetro do tipo hélice possui uma ventoinha instalada na área superior do dispositivo que gira conforme o vento. A velocidade é calculada, por microprocessadores, com base nessa rotação. O processo parece simples, mas o instrumento de medição é robusto, delicado e extremamente preciso, requer uma construção muito bem-feita. 

É usado um fio fino, aquecido a uma temperatura superior àquela do ambiente. O vento resfria o fio e os chips que ficam no corpo do anemômetro mensuram a velocidade através da resistência elétrica desse fio. O equipamento é recomendado para ambientes fechados.

Sendo assim, suas aplicações são majoritariamente em indústrias, laboratórios, capelas de fluxo, ventiladores e ensaios ambientais. Motores, compressores, balcões refrigerados e cabines de pintura também usam bastante. Visto sua aplicação industrial, esse modelo é comercializado junto de produtos como o conversor de frequência.

Anemômetro de fio quente

O anemômetro externo de fio quente mede tanto a velocidade como a temperatura do ar e possui um soquete de entrada que admite termopares. Ele usa um filamento revestido por um fino tubo de metal. Quando aquecido, o filamento dá a velocidade do vento conforme o diferencial de temperatura calculado pela resistência elétrica.

O fio quente, adaptado ao termostato padrão, proporciona leituras precisas e rápidas.

Ultrassônico

Moderno, o ultrassônico é um anemômetro digital que obtêm a velocidade do vento por meio do retorno das ondas emitidas pelo dispositivo. Mede até outras grandezas, como a temperatura do ar. São dispositivos especializados e costumam ter um preço elevado, mas, em contraponto, apresentam exatidão nas operações.

Bom, por fim, concluímos que o anemômetro tem a função de medir a velocidade e a intensidade do vento, como foi possível observar. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>