o-que-faz-um-rebite

O que faz um rebite?

O rebite é um dos fixadores mecânicos mais antigos do mundo. Utilizados desde a Era do Bronze, esse material é aplicado em construções, projetos de engenharia e, principalmente, na união de chapas metálicas. 

Basicamente, o que o rebite faz é unir de forma semipermanente dois materiais, do mesmo tipo ou não. Através de um sistema que permite a expansão do produto depois de aplicado, fica praticamente impossível retirar o rebite com facilidade. 

Por essa razão, os vários tipos de rebites são utilizados quando a segurança dos projetos é imprescindível. Além de ser uma maneira mais econômica do que a soldagem quando o assunto é manter dois materiais unidos. 

Quer saber mais sobre esse assunto? Confira!

Como o rebite é aplicado?

Para aplicar o rebite é necessário contar com a ajuda de uma rebitadeira. Atualmente, é possível encontrar rebitadeiras manuais e pneumáticas, que facilitam ainda mais o trabalho. 

O processo de aplicação é muito simples e o resultado pode durar uma vida inteira. 

No espaço pré-definido, os rebites são colocados e com a ajuda de uma rebitadeira pneumática ou manual, o mandril, que é a parte interna do produto, é retirado. O que sobra então, é apenas a chamada “cabeça” do rebite. 

Feito isso, duas chapas e outros produtos que necessitam de fixação industrial são unidos perfeitamente. 

Por que existem vários tipos de rebites?

O mercado industrial evolui constantemente para atender as evoluções da tecnologia. É por essa razão que hoje em dia é possível encontrar vários tipos de rebites e rebitadeiras à venda. 

Quem não conhece muito bem o assunto, pode ficar um pouco confuso a respeito das diferenças entre cada um deles. No entanto, o objetivo é sempre facilitar a aplicação. 

O rebite com rosca surgiu para substituir os rebites mais antigos, aqueles com cabeça redonda que, provavelmente, você já deve ter encontrado em chapas velhas. A utilização desse modelo é mais prática e segura, podendo ser realizada com uma rebitadeira comum. 

Outro modelo bastante inovador é o rebite de repuxo fabricado em aço e inox. Esse tipo de rebite garante a união permanente de chapas metálicas, oferecendo muito mais segurança e qualidade na fixação. 

Uma pequena curiosidade sobre os rebites

Agora que você já sabe que os rebites são utilizados em diversos tipos de fixação industrial, que tal olhar a aplicação desse produto na história mundial?

Você sabia que a Torre Eiffel, construída em 1889 em Paris, na França, tem 2,5 milhões de rebites que unem as peças de ferro da estrutura? Apenas esse número é suficiente para descrever a força e a importância dos rebites na nossa sociedade. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook