Uso de plástico de engenharia cresce

Uso de plástico de engenharia cresce

Segundo a pesquisa Perfil 2018, o uso de compostos plásticos de engenharia passou de 6,6%, em 2017, para 8,7% em 2018. O estudo reúne informações sobre características estruturais, técnicas e a respeito do desempenho econômico de transformação e reciclagem de materiais plásticos. A pesquisa pode ser acessada na íntegra no site da Associação Brasileira da Indústria do Plástico.

Em contrapartida a resinas como o PP (propileno) e a resina PVC, cujos percentuais caíram de 21,6% para 20,3% e 13,6% para 12,6%, respectivamente, os plásticos de engenharia foram as resinas termoplásticas que tiveram maior percentual de aumento em comparação ao ano anterior.

Entre os setores que mais consumiram resinas  termoplásticas também foram apresentadas algumas mudanças. O setor alimentício teve alta de 1,6 pontos percentuais, alcançando 20,6%, seguido por Automóveis e Peças com 7,2%. A Construção Civil lidera o ranking com 23,8%.

 

Tipos de Plásticos de Engenharia


A principal característica dos plásticos de engenharia é que estes c
ompostos plásticos podem substituir os metais e apresentam resistência mecânica e térmica elevada. Além disso, os plásticos de engenharia têm boa usinabilidade e estabilidade dimensional. Conheça alguns exemplos de plásticos de engenharia. 

  • ABS  – Acrilonitrila butadieno estireno
  • ABS/ PA  – Blenda ABS/ poliamida
  • ABS/PC –  Blenda ABS/ policarbonato
  • ABS/PVC – Blenda ABS/ policloreto de vinila
  • PA 6 6.6  – Poliamida 6, 6.6
  • PC Policarbonato
  • PET – Politereftalato de etileno
  • POM – Poliacetal

Características da PA e PA 6.6 – plásticos de engenharia


A
poliamida 6 e as poliamidas 6.6 têm alta resistência ao impacto e temperatura de fusão. Além disso, apresentam boas propriedades mecânicas, resistência à intempéries e alta temperatura de fusão. Ambas poliamidas, são utilizadas na injeção de peças de engenharia, mas também são usadas com extrusão.

A poliamida 6.6 também é conhecida como nylon. Estima-se que todos os  anos sejam consumidas 24 toneladas para a produção de plásticos de engenharia, sem contar o uso desta resina na indústria têxtil.

Se você precisa comprar poliamidas entre em contato com uma fábrica de resinas termoplásticas. Verifique as políticas de qualidade da empresa e suas certificações e licenças para ter a certeza de que está adquirindo produtos de boa procedência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook