Como realizar cotações de fretes

Como realizar cotações de fretes

Realizar compras e pedir para entregar por fretes em algum lugar específico está cada vez mais comum, afinal, não tem nada melhor do que realizar suas compras sem ter que ir a uma loja física e ter que enfrentar trânsito e filas de atendimento, por exemplo.

Por outro lado, empresas e lojas perdem diariamente suas vendas por ter o valor dos fretes muito alto. Acompanhe o nosso blog e veja como fazer a cotação de frete de forma eficiente e econômica para os seus clientes.

Tipo de carga

Cada produto tem suas especificações diferentes para o transporte de encomendas, alguns produtos têm a necessidade de cuidados maiores e até mesmo entrega expressa.

Outras mercadorias que não necessitam de tantos cuidados, na maioria das vezes, possuem valores de fretes pequenos. A mesma regra vale para aquelas que precisam de veículos específicos, como no caso de produtos que necessitam de temperatura específica para manter a qualidade do produto.

Cargas perecíveis têm prazos mais curtos e, muitas vezes, precisam de veículos refrigerados para não estragarem durante o transporte. Então, em alguns casos é preciso procurar por uma empresa de fretes específica — fator que pode baratear ou encarecer as cotações de fretes.

Custos com o transporte

O valor de uma transportadora para empresas é o grande protagonista e que faz total diferença para o valor final do frete. Sendo assim, durante a cotação de frete, o responsável repassa uma parte de todos os gastos que teve durante o transporte para o cliente final.

Para o cálculo do frete é preciso contar com alguns fatores:

  • Combustível;
  • Pedágios;
  • Taxa GRIS (Gerenciamento de Risco de Transporte de Carga);
  • Taxa TRT (Taxa de Restrição ao Trânsito);
  • Custos extras por manuseio.

Cálculo de cubagem

O peso da cubagem é realizado através de uma tabela onde se encontram os valores pré determinados para realização do cálculo. Esses números são apenas uma base inicial do possível valor que poderá ser cobrado para o transporte de carga.

A cubagem é calculada pela multiplicação do comprimento, largura e altura da carga, multiplicados novamente por 300. Veja um exemplo: Uma carga que tenha 0.8 metros de altura, 0.6 de comprimento e 0.3 de largura — 0.8 x 0.6 x 0.3 x 300 = 43,2 kg.

Muitos pacotes apesar do peso pequeno, ocupam um espaço maior no baú do caminhão, limitando a capacidade de lotação. O inverso também ocorre, uma encomenda muito pesada, mas com poucas dimensões, que também acaba limitando a lotação, devido a capacidade de transporte relacionada ao peso.

Fique atento nesses fatores e seja sempre muito transparente com o seu cliente para que entenda sobre os valores apresentados, ao invés de simplesmente desistir da compra!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook