Fake Dictionary, Dictionary definition of the word Portuguese. including key descriptive words.

Crase: saiba quando o uso é facultativo

O uso da crase é tão comentado quanto o uso da vírgula. É muito comum que alguns estudantes da Língua Portuguesa sintam-se inseguros na hora de usar a pontuação e o acento grave. Embora pareça algo difícil e complexo, depois que aprende as regras do acento, consegue entender que não é tão difícil assim.

Existem algumas regras que são imprescindíveis na hora do aprendizado para entender melhor como se usa o acento grave no artigo a. Se você quer aprender de uma maneira simples e descomplicada o uso facultativo da crase, está no lugar certo!

Continue a leitura e confira os exemplos!

Uso da crase: opcional

Algumas pessoas costumam misturar as coisas e, por isso, colocam crase em tudo, mas não é assim que as coisas funcionam. O uso da crase opcional também possui regras, entretanto, neste caso, cabe a você decidir se vai usá-la ou não. Por isso seu uso é facultativo. 

Veja a seguir como aplicar essas regras: 

Crase com pronomes possessivos femininos

Em uma frase em que o pronome é possessivo e feminino, a crase será facultativa. Confira os exemplos: 

  1. Entreguei um bilhete à sua mãe – Entreguei um bilhete a sua mãe.
  2. O professor pediu para entregarmos um bilhete à nossa mãe – O professor pediu para entregarmos um bilhete a nossa mãe.
  3. Cedi a vez à minha irmã – Cedi a vez a minha irmã.

Observações: embora facultativo, em alguns casos, a recomendação máxima é o uso da crase, já que ela serve para evitar, também, frases ambíguas. Como, por exemplo:  

  1. Favor anexar a sua declaração de isento a sua identidade. 
  2. Favor anexar à sua declaração a sua identidade.

Crase depois da preposição até

Quando a preposição ‘‘até’’ aparecer antes de substantivos femininos, seu uso será facultativo. Como nos exemplos: 

  1. Preciso chegar em casa até as 20h – Preciso chegar em casa até às 20h;
  2. Caminhamos até a praia – Caminhamos até à praia;
  3. Até as últimas consequências, darei continuidade nesse processo! – Até às últimas consequências, darei continuidade nesse processo!

Nos 3 casos, o uso é facultativo! 

Crase antes de nomes próprios femininos

Como o artigo definido, nestes casos, será ‘‘a’’, o uso da crase é facultativo. Assim: 

  1. Obedeça à Maria enquanto eu estiver trabalhando – Obedeça a Maria enquanto eu estiver trabalhando.
  2. Entregue o documento à Gisela e agradeça – Entregue o documento a Gisela e agradeça. 
  3. Pedi à Gaby que ela recrutasse algumas pessoas – Pedi a Gaby que ela recrutasse algumas pessoas.

Viu como usar crase facultativa é tão simples quanto aprender sobre vírgula e ditongo

Exceção do uso da crase

Há uma exceção durante o uso da crase que ocorrerá quando ela estiver diante de pronomes relativos (a qual, as quais..), entretanto, o verbo da frase precisa exigir a preposição ‘‘a’’ em sua regência. Como, por exemplo: 

As bolas de vôlei às quais me refiro estão na quadra. 

O verbo referir, em sua regência, exige a preposição a, pois quem se refere, se refere a algo ou alguém.

Com dedicação e organização nos seus estudos, a crase deixará de ser um pesadelo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>