Resíduos perigosos: quais são suas propriedades e como devem ser ser descartados?

Resíduos perigosos: quais são suas propriedades e como devem ser ser descartados?

O descarte de resíduos vai muito além do que simplesmente “jogar fora”. Tendo em vista às maneiras como podem ser prejudiciais para o meio ambiente e para a saúde pública é preciso entender sobre suas classificações para realizar a coleta de resíduos perigosos. Resíduos perigosos: quais são suas propriedades e como devem ser descartados?

Como saber o risco que o resíduo oferece

Você pode entender o quão prejudiciais são os resíduos a partir dos componentes presentes e de que quais maneiras eles podem ser prejudiciais.

A inflamabilidade corresponde a facilidade dos materiais entrarem em combustão, inclusive de maneira automática. Já a reatividade diz respeito a como eles podem reagir ao entrar em contato com outros componentes gerando liberação de energia e de calor.

A toxicidade condiz com a maneira como ele pode prejudicar os organismos vivos. A corrosividade também é similar, uma vez que fala sobre a característica ácida com que ele pode atacar materiais e organismos vivos.

Já a patogenicidade tem a ver com as características biológicas que são capazes de infectar homens e animais, vindo a causar doenças.

Como saber o risco que o resíduo oferece

A maneira como a coleta de resíduos é feita depende dos materiais utilizados na sua fabricação, a partir desse conhecimento, é indicado a maneira correta de transportá-los.

A coleta de resíduos sólidos, por exemplo, aspirar e assegurar que não hajam vazamentos a fim de evitar um possível desastre ambiental.

Levando em consideração a quantidade e os tipos de resíduos utilizados nas indústrias, a coleta de resíduos industriais deve respeitar as normas estabelecidas na lei. Afinal, existem dependendo do segmento da empresa é possível que contenham componentes agressores ao meio ambiente.

O transporte de resíduos também pode ser utilizado para fazer a coleta de resíduos sólidos que são gerados em ambientes residenciais como condomínios, prédios e casas, estabelecimentos comerciais, empresariais e afins.

Nesse caso o serviço é importante para a classificação sejam separados por recicláveis, sólidos especiais, e para a coleta de resíduos de saúde e coleta de resíduos hospitalares.

Já a coleta de resíduos sólidos urbanos corresponde ao recolhimento de vidros, papéis, metais, plásticos e matérias orgânicas como restos de comida, além de eletrodomésticos, roupas, pilhas e outros.

Esse serviço é um dos mais imprescindíveis para a vida urbana pois no caso de descarte incorreto as ruas ficam poluídas podendo acarretar em enchentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Close
!
Imagem animada do Facebook